NWO TOP 10 #52 - Famílias do Wrestling (Repost)


Não, não vai ter meme com a música Família dos Titãs. Bem- vindos a mais uma edição do NWO TOP 10, hoje excepcionalmente vamos nos aprofundar mais na história do wrestling falando de várias gerações de parentes que já estiveram nesse esporte, sim vamos listar as famílias mais influentes da história da luta livre, então prepare-se que essa edição ta bem legal com muitas histórias de bastidores e curiosidades sobre essas dinastias.

10.The Dibiases


Pode parecer que os Dibiases se resumem apenas ao Million Dollar Man e a seu filho, mas a história dessa família no wrestling vem muito antes desses dois. A primeira geração dessa família começa com "Iron" Mike Dibiase, um lutador dos anos 50, esse lutador casou com outra wrestler que se chamava Helen Hild que já tinha um filho que se chamava Theodore Marvin, Mike adotou esse filho como se fosse dele e deu ao garoto o seu sobrenome, e assim surgia o Ted Dibiase. Infelizmente para Mike sua história não teve um final muito feliz, ele é um dos poucos lutadores que morreram dentro de ringue na história do wrestling, em uma luta em 2 de junho de 1969 Mike sofreu um ataque cardíaco durante o combate, Harley Race tentou fazer uma reanimação cardíaca ali mesmo e depois entrou na ambulância com ele, infelizmente nada pôde ser feito e ele acabou morrendo no hospital. Mas claro que o membro mais famoso dessa família é Ted Dibiase, um dos nomes mais famosos da Golden Era da WWF, com sua gimmick de milionário que pode comprar qualquer coisa e todo seu carisma heel ele se tornou um dos maiores legends da história da empresa e um dos maiores exemplos de vilões clássicos desse esporte. E claro tem seu filho Ted Dibiase Jr, assim como seu pai ele carregou o Million Dollar Championship e teve algumas boas storylines enquanto estava na WWE, como fazer parte da Evolution com Randy Orton e Cody Rhodes. Além disso Ted Sr tem outros dois filhos: Brett (a direita da foto) e Mike Dibiase que também já se aventuraram pelo mundo do wrestling.


9.The Poffos


Talvez você não conheça a família Poffo por nome, mas todo fã de wrestling sabe quem é Randy Savage, e a história do wrestling dentro da sua família começa bem antes dele falar o seu primeiro "Oh Yeah". A primeira geração vem com Angelo Poffo, um wrestler dos anos 50 com muita influencia no esporte na época, inclusive gerindo sua própria empresa, a International Championship Wrestling, passando por várias empresas e lutando até 1991, chegando a entrar no Hall Of fame da WCW. Angelo teve dois filhos, ambos wrestlers, o que atingiu mais sucesso da família inteira obviamente foi Randy Mario Poffo, ninguém menos que o Macho Man Randy Savage, uma dos personagens mais icônicos da luta livre nos anos 80 e uma lenda imortal do wrestling com todo o seu carisma fora do comum e sua capacidade de fazer grandes lutas mesmo quando o foco da WWF na época não era esse. O irmão dele Lanny Poffo talvez não tenha tido tanto sucesso quanto Savage (também talvez só Hogan tenha tido mais sucesso que ele na época) mas ele também deixou sua marca dentro da empresa, com uma gimmick de "Genius" (parecida com aquela do Sandow) ele foi um bom heel na sua época e até mesmo teve feud contra Hulk Hogan, e se surpreendam nessa, em uma luta depois dele e seu manager distraírem o Hulkster e fazerem ele sair do ringue para lutar la fora, só um wrestler voltou a tempo para o ringue, sim o Lanny, Lanny Poffo venceu Hulk Hogan, quantos podem falar isso?. Ele também é conhecido por ter um estilo ágil e high- flying mesmo naquela época em que os lutadores pesados dominavam, sendo um dos primeiros wrestlers americanos a fazer Senton Bomb e Moonsault. A Poffo family marcou principalmente os anos 80 do wrestling e fica com a nona colocação.


8.The Hennigs


Os Hennig estão no mundo do wrestling dos anos 50 até hoje, pode- se dizer até que é uma história perfeita (hã? hã?) nessas três gerações de wrestlers. Tudo começou com Larry Hennig, ele fez sucesso principalmente na NWA e AWA onde ele teve uma tag team heel muito popular com o lendário Harley Race, ele era conhecido por seu estilo brutal dentro de ringue e por seu físico impressionante com um pescoço muscular que mede 22 polegadas, com uma carreira que durou até 1985 Larry é uma das grandes lendas vivas do mundo do wrestling. Mas claro que o membro dos Hennigs que teve mais sucesso foi o Curt, com sua gimmick de Mr. Perfect ele foi um dos grandes personagens do começo dos anos 90 na WWF, teve o que eu considero o maior reinado como Intercontinental Champion de todos os tempos e com seu estilo técnico fez algum dos maiores clássicos daquela época da WWF, isso tudo aliado a seu carisma com seus segmentos cômicos onde ele demonstrava ser perfeito em tudo que realizava realmente fazia ele ser um pacote completo de wrestler e um dos melhores da New Generation Era. E por último claro seu filho Joseph Curtis Hennig, o Curtis Axel, ele estreou na WWE como parte do Nexus ainda e conquistou algumas coisas importantes dentro da empresa, ele foi um "Paul Heyman Guy", foi Tag team Champion e honrando o legado do seu pai venceu o Intercontinental Championship que foi o título que mais marcou a carreira de Perfect, e hoje atualmente é um dos capangas de The Miz. Muito do push de Axel aconteceu por ele ser um Hennig e isso mostra o legado dessa família para esse esporte.


7.The Rhodes/Runnels


Eu citei o Cody Rhodes ali e é dessa família carismática e influente dentro do wrestling que vamos falar na sétima posição. Tudo claro começa com "Dream" Dusty Rhodes, ele que não tinha porte físico de lutador ainda mais para os anos 80 mas com todo o seu carisma e sua capacidade natural para fazer boas promos, ele passou e deixou uma marca pelas maiores empresas da época e é conhecido como um dos poucos homens a ter feito sucesso fora da WWE, sendo uma verdadeira lenda na NWA e na WCW e um exemplo de babyface clássico do wrestling. E claro tem os seus dois filhos que surpreendentemente conseguiram atingir tanto sucesso no esporte quanto ele, Dustin Patrick Runnels que lutou sobre vários nomes mas o que ele claramente é mais conhecido é por interpretar o sexualmente ambíguo e bizarro Goldust, um dos personagens mais estranhos e icônicos da Attitude Era, trabalhando até os dias de hoje com essa gimmick que realmente colocou o nome dele na história graças a sua incrível interpretação. E por último o seu outro irmão Cody Rhodes que como foi um dos grandes nomes do midcard da WWE participando de grandes storylines e sendo um dos maiores Intercontinentais Champions dessa década, e hoje ele brilha nas indys e NJPW como parte da Bullet Club. A história dos três sempre esteve interligada, quem não lembra de quando Cody e Goldust se uniram para capturar os Tag Team Championship e conseguiram com o seu pai ao lado do ringue, ou do personagem Stardust que foi uma das maiores inovações de character dos últimos anos, e claro quando Dusty veio a falecer em 2015 Cody tatuou "Dream" em seu peito mostrando a ligação que a família Rhodes tem.


6.The Funks


Poucas famílias são tão conhecidas e tradicionais no Texas quanto os Funks, eles tem uma ligação muito forte com o estado e talvez ai que venha toda a popularidade deles. Tudo começa com Dory Funk, um homem que após ter servido a marinha dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial resolveu começar uma carreira como wrestler profissional, ele começou sua carreira principalmente lutando no Texas tendo um relativo sucesso, mas seu maior trabalho dentro do wrestling veio depois da sua aposentadoria quando ele se tornou um promotor, assim ele descobriu e elevou vários dos grandes talentos da geração seguinte do wrestling, nomes como Tito Santana, Stan Hansen, Ted Dibiase, Harley Race e claro os seus dois filhos. O mais velho chamado Dory Funk Jr teve um sucesso estrondoso na NWA, tendo ganhado o NWA World Championship uma vez e sendo o maior campeão da história da empresa tendo ficado nada menos do que quatro anos com a posse do World Title, inclusive com seu pai gerenciando sua carreira durante essa época. Dory Jr também era um exímio lutador, ele é creditado como o inventor da submission Texas Cloverleaf (aquela que o Sheamus usa) e tem inclusive uma 5 stars match no currículo, com um legado tão grande que entrou com seu irmão para o WWE Hall Of fame em 2009. E por último o caçula que talvez você conheça, um cara chamado Terry Funk, só um dos maiores nomes do wrestling hardcore em toda a história e dono de uma das carreiras mais invejáveis desse esporte, tendo passado e feito sucesso na WCW, NWA, ECW, WWE inclusive sendo um dos poucos a ser introduzido no Hall of Fame da WWE, WCW e NWA. Temos aqui três homens que marcaram a história de várias faces e períodos do wrestling e claro que recebem seu espaço nessa lista.


5.The Ortons


A história da família Orton começa ainda nos anos 50 com o Bob Orton, ele foi um dos grandes nomes da NWA que era a maior empresa da época sendo muitas vezes Tag Team Champion, além disso ele também lutou na WWWF onde enfrentou por diversas vezes Burno Sammartino pelo título mundial tentando acabar com seu gigante reinado, o cara é tão lenda que ele só saiu do mundo do wrestling em 2000 tendo acumulado 50 anos de carreira, o que sem duvida não é pra qualquer um. Bob teve três filhos o qual dois seguiram pelo caminho do wrestling profissional, Barry Orton tentou uma carreira nesse mundo e realmente competiu em várias empresas incluindo a WWF de 1984 até 1986, as coisas ficaram realmente ruins pro lado dele quando em 1992 um lutador homossexual chamado Terry Garvin foi acusado de assédio sexual de um wrestler de 19 anos, Barry depôs contra Terry na época acusando ele de também já ter tentado assediar sexualmente ele, ficando contra a WWF e Vince Mcmahon que defendiam Terry que era lutador da empresa no processo, por suas opiniões vocais contra a WWF e ele falar abertamente que havia muito assédio dentro do wrestling ele acabou entrando para a lista negra da WWE e sua carreira nunca decolou. Já o seu irmão Bob Orton jr mais conhecido como "Cowboy" Bob Orton foi uma verdadeira lenda do wrestling clássico, muitos elogiam seu alto nível dentro de ringue mesmo pra aquela época, Bob viajou o mundo todo lutando e é uma das figuras mais respeitadas dentro do esporte, sendo indicado em 2005 ao WWE Hall Of fame. E claro o filho do cowboy só o 13 vezes WWE World Champion Randy Orton, desde o começo Randy usou o fato dele ser a terceira geração de wrestlers da família em sua carreira, quem lembra que seu primeiro grande push foi ele ser de uma família de lendas e por isso ser especialista em matar lendas, inclusive com seu pai sendo seu manager nessa época. Randy é o nome que atingiu mais sucesso mas a família Orton inteira é recheada de grandes nomes e grandes momentos.


4.The Guerreros


Uma das famílias latinas mais tradicionais e uma das poucas que também conseguiu sucesso nos Estados Unidos, os famosos Los Guerreros. Tudo começa ainda ainda em 1937 quando Gory Guerrero fez seu debut no wrestling profissional, ele foi um dos primeiros lutadores hispânicos da história da lucha libre sendo um dos grandes nomes do que hoje é a CMLL, além de ter feito dupla com nada menos que a lenda máxima da Lucha Libre, El Santo onde os dois como tag tem uma série invicta, além disso ele é creditado como inventor do Camel Clutch, Gory teve quatro filhos e os quatro seguiram carreira dentro do wrestling. O filho mais velho Chavo Guerrero Sr. é extremamente respeitado no wrestling mexicano, tanto que fazia aparições nas empresas de lá até esse ano quando infelizmente ele veio a falecer, o que só aumentou ainda mais o seu legado dentro da lucha. Os outros dois filhos Mando e Héctor Guerrero não tiveram tantas coisas importantes conquistadas no esporte, Héctor alias era o homem que estava vestindo a fantasia de Gobbledy Gooker no seu debut no Survivor Series de 1990, depois do desastre que foi aquele segmento ele não teve mais muitas  oportunidades dentro do wrestling e virou comentarista da mesa dos espanhóis na TNA de 2009 até 2015. Mas claro que o filho de Gory que obteve mais exito foi um rapaz chamado Eddie, um dos wrestlers mais populares de todos os tempos e uma verdadeira lenda tanto para o wrestling latino quanto para a WWE que apesar de infelizmente morrer muito cedo deixou uma carreira cheia de sucessos e grandes lutas tanto na WWE, quanto na WCW, ECW e em empresas mexicanas. E a terceira geração da família que veio com Chavo Guerrero Jr. que não só fez dupla com seu tio na WWE como lutou em grandes empresas como a TNA e Lucha Underground. E a família só tem a se expandir mais, Shaul Guerrero filha de Eddie também é uma lutadora profissional e até lutou na FCW, e em 2016 ela casou com o lutador Aiden English fazendo ele também se tornar parte dos Guerreros, aposto que dessa você não sabia.


3.The Anoa'is


Até agora a gente ligou as famílias todos de um jeito simples com as gerações tudo bonitinho, mas apesar de estar em terceiro nenhuma família tem mais wrestlers do que a Anoa'i, listando alguns são: The Rock, Rikishi, Yokozuna, Umaga, Roman Reigns, Jimmy e Jey Uso, Tamina, Nia Jax e esses são só os mais famosos heim. A bagunça toda com Peter Maivia, lutando principalmente na National Wrestling Alliance que ficava no Havaí, ele tinha as tatuagens características dos Samoans cobrindo seu abdômen e suas pernas e que simbolizavam o alto nível de respeito que ele tinha na família (uma coisa tipo Yazuka), ele também participou e coreografou algumas lutas do filme 007 Só Se Vive Duas Vezes. Peter se tornou "irmão de sangue" de Amituanai Anoa'i o pai dos Wild Samoans que foram uma das maiores duplas de todos os tempos ganhando 21 Tag team titles em várias empresas incluindo NWA e WWF, assim a família dos dois patriarcas se tornou um clã só. Rocky Johnson que foi outro lutador dos anos 70 se casou com a filha de Peter assim se tornando parte da família, ele que tinha uma dupla com Tony Atlas chamada "The Soul Patron" foram os primeiros wrestlers negros a conquistar o Tag Team title na WWF. Rocky teve um filho chamado Dwayne que se tornaria nada menos que o "Peoples Champion" The Rock, uma das maiores lendas da história da WWE e atualmente o ator mais bem pago de Hollywood, indiscutivelmente o membro mais bem sucedido dessa família que só tem gente que se deu bem no wrestling. E claro tem que se fazer uma menção ao Leati Joseph Anoa'i que atua sobre o nome de Roman Reigns, ele que é o cara que vai ser o próximo grande cara da empresa quer a gente goste ou não e deve levar o nome da família dele ainda mais alto nesse negócio. A família Anoa'i é gigante e você pode ver aqui na arvore genealógica da família todos os nomes que fazem parte dela e ir ligando cada um.


2.The Harts


A família canadense mais famosa do wrestling começa com Stu Hart, um wrestler que começou sua carreira ainda nos anos 40 e é conhecido como um dos melhores babyfaces clássicos de todos os tempos, tanto dentro de ringue quanto em seu trabalho como booker e gerenciador atrás das cortinas Stu era genial, tanto que muitos nomes famosos do wreslting citam ele como uma das figuras mais vitais e importantes para que o esporte se tornasse o que é hoje. Stu casou com outra lutadora chamada Helen Hart e juntos eles tiveram nada menos que OITO filhos, e todos os oito se envolveram em atividades com o wrestling profissional. Dois dos filhos de Stu alcançaram sucesso gigante dentro da WWF, o primeiro Owen Hart conhecido como um dos maiores wrestlers técnicos de todos os tempos e uma das maiores atrações da WWF nos anos 90, sendo um dos Intercontinentais Champions mais divertidos e que tinha muito futuro ainda no wrestling, infelizmente como todos sabem ele acabou morrendo após uma falha no mecanismo na sua entrada do teto da arena e acabou despencando para o ringue morrendo logo depois num dos maiores acidentes da história da luta livre. O outro Hart que atingiu sucesso é um cara chamado Bret, só o The Best There Is, The Best There Was, And The Best There Ever Will Be, um 5 vezes WWF Champion, e uma das maiores lendas de toda a luta livre, o cara que realmente elevou o nome dos Harts ao topo e depois dele o sobrenome dessa família nunca mais saiu de lá. Fora os dois tem outros grandes nomes dessa família que merecem uma menção, Jim Neidhart que casou com uma das filhas de Stu e virou parte da família, Davey Boy Smith que fez a mesma coisa, Roddy Piper que é primo de Bret Hart e assim parte do clã, e claro Natalya uma das mais antigas e respeitadas lutadoras a fazer parte da WWE atualmente. Existem poucos sobrenomes que impõem mais respeito do que o dos Hart e por isso eles ficam com a medalha de prata.


1.The Mcmahons


É claro que seria eles, critiquem os Mcmahons o quanto quiserem mas se não fosse por eles provavelmente você nem conheceria essa coisa chamada Wrestling profissional, cada geração dessa família revolucionou o esporte um pouco mais para a seguinte. Tudo começa com Jess Mcmahon que começou a fazer espetáculos de wrestling ainda em 1915, aliado com um wrestler chamado Toots Mondt ele fundou a empresa Capitol Wrestling Corporation em 1953. Depois da sua morte em 1954 o seu filho chamado Vincent James Mcmahon assumiu a empresa, ela seria renomeada para World Wide Wrestling Federation e depois finalmente World Wrestling Federation, nascia assim a WWF. A empresa começou a ser uma das mais populares e dominantes da área entre Nova York e Nova Jersey, Vince Sr tinha uma filosofia de não lutar diretamente por audiência com outras empresas de wrestling da época e também achava que o trabalho de um produtor de wrestling deveria ficar apenas atrás das cortinas e eles nunca deveriam se envolver na ação dentro de ringue. Em 1982 Vince James se aposentou e vendeu sua empresa para o seu filho do primeiro casamento, um rapaz chamado Vince Kennedy Mcmahon, e com sua visão completamente ao contrária de seu pai de como se fazia wrestling Vince não só competiu com as outras empresas dos Estados Unidos como elevou Hulk Hogan como a grande estrela da sua empresa e fez ele contracenar com outros grandes nomes da cultura pop da época, nascia assim o que é conhecido como o boom do wrestling nos anos 80, assim a WWF foi tirando seus concorrentes de cena e se tornando uma empresa de alcance nacional, para depois virar mundial. Vince teve dois filhos que também estão bem envolvidos com a WWE, Stephanie que é a diretora de marca da empresa e Shane que se afastou da empresa em 2009 mas voltou recentemente e é diretor executivo principal da WWE, e claro tem também Triple H que casou com Stephanie e assim se tornou um Mcmahon e é o mais cotado para assumir a empresa depois da morte de Vince. Os Mcmahons são o coração do wrestling ocidental e nada mais justo do que essas quatro gerações que mudaram a luta livre levarem o primeiro lugar.


Menções Honrosas:

The Von Erichs
The Colons
The Vachons
The Windhans
The Rodriguez
The Gutierrez/Mysterios
The Flairs
The Briscos
The Bevis
The Hardyz


E ai qual é sua família do wrestling favorita? escreva ai embaixo. Esse tema foi sugerido pelo Qual Canal? aquele arrogantaço e foi um dos temas mais interessantes de se fazer, agradecimentos a ele. Semana que vem não tem NWO TOP 10 poque eu quero focar em outras paradas, mas na semana seguinte a gente vem com tudo com os tops especiais de fim de ano, vão estar muito fodas então não percam, até la e flw. 
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Twitter

9 comentários:

  1. Que Top 10 foda, cheio de curiosidades e coisas que eu não manjava, foi um grande aprendizado, NWO é cultura porreta! Adorei a sacada que você fez sobre "família perfeita" ao se referir aos Hennigs kkjk. E também fiquei assustado ao descobrir que o meu Aiden English faz parte da família Guerrero, só faltou revelar que eu sou o filho adotivo do The Miz e Maryse. Enfim achei muito foda ver o legado das famílias e ver o reflexo do que a primeira geração fez até os dias de hoje, tipo só os McMahon começaram essa parada em 1915, um fucking século e temos hoje a maior empresa não só de pw mas de entretenimento em geral de todas.

    Minha família preferida acho que é dos Harts por todo o legado, talento embora eu tenha gostado muito da história dos Funks também. O primeiro lugar foi justíssimo, por mais que a gente adore xingar o cuzão do Vince McMahon temos que admitir que o cara é um gênio pela sua visão revolucionária do pw nos anos 80 e até hoje dominando a porra toda e mostrando pro gordo do Kevin Owens quem é o dono dessa porra ele mesmo o filho do outro McMahonkkkkkkkkkk. Além de claro como você disse, se não fosse pela WWE era muito provável que eu nem saberia o que é pw e minha vida seria completamente diferente (talvez eu fosse menos fracassado). Edição muito foda bro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se aprende mais na NWO do que em 93% das escolas particulares dizem as pesquisas fakes. Achei melhor guardar a surpresa de vc ser o filho do The Miz pra um top 10 de revelações bombásticas.

      Os Harts são tão fodas que nem um screwjob e uma morte trágica como foi a do Owen conseguiu derrubar o legado épico que essa família tem. Vince passou por cima da concorrência sem dó ao mesmo tempo que criava um formato totalmente novo de wrestling e globalizava a porra toda, dizem que os maiores gênios são meio malvadão, o pai dele é o mcmahon e o avô é o Mcmahon tmb kjjjjj. Acho que todos seriamos menos fracassados, e já pensou que merda ia ser? ter empregos, namoradas e vida social, OBRIGADO VINCE. Vlw pelo comentário parça, noir que mata o superhomem.

      Excluir
  2. Essas edições históricas sempre ensinam muitas coisas e revelam detalhes desconhecidos, como a família do Randy Savage, o Aiden ser um Guerrero, e a historia dos Funks. Pensando em como os caras dedicam a vida ao wrestling, passam mais tempo na estrada do que em casa faz todo sentido ver como tem tantas famílias nesse negocio.
    Acho a lista bem justa, basta ver que tem nomes com mais de 1 seculo nessa industria vital e vários que atuam desde os anos 50 e que ajudaram a tornar o wrestling o que ele é hoje. Ate por isso concordo com o Mcmahons em primeiro, sem eles e sem a WWE eu provavelmente seria um otaku fudido, obrigado tio Vince.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As edições históricas são as que eu mais gosto de fazer junto com as de lutas e as que dão um resultado final sempre bom, é engra que mesmo que entrando no wrestling seja um dos motivos pra ficar perto da sua família a WWE as vezes separa os parentes colocando em brands diferentes hueheueheuhue.

      Ser um otaku fudido é foda mesmo heim, pior que isso só jogar LOL ou gostar de K Pop, Mcmahons salvando vidas desde 1915.

      Excluir
  3. Os McMahon são os top e ponto. Indiscutível. Aiden ser dos Guerrero? MASSA. Eles pagaram com suas vidas o preço de anos de trabalho duro e merecem ser reconhecidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não conheço outro esporte em que famílias inteiras se dão tão bem quanto é no wrestling, por isso mesmo o legado das dinastias tem que ser homenageado, e por isso que a WWE muitas vezes introduz famílias no HOF. Aiden bem que podia fazer uma versão "I Lied, I Cheat, I Steal" né.

      Excluir
  4. Na moral essa foi a melhor edição do top 10, pois vc contou varias hostórias interessantes sobre o wrestling e varias curiosidades que eu não conhecia , tipo que eu não sabia que o macho man fazia parte de uma família tradicional do esportr ou que o aiden na verdade é mais mexican do que english(eu tinha que fazer essa piada), quando eu sugeri esse tema para voce, eu não esperava que ficaria tão legal assim. Eu não consegui encontrar a tamina na arvore genialógica dos anoai, mas se ela é membra dessa família, você devia ter citado o jimmy snuka também. Também senti falta dos rotundas nessa lista.

    Minha família favorita é a Mcmahon, pois eles que praticamente mandam nesse esporte e se hoje não só a wwe, mas também o pro wrestling se tornou algo muito pouplar no mundo, muito se deve ao tio vince e é por isso que eu não consigo odiar ele, pois as cagadas de bookagem que ele faz não são nada perto de tudo que ele fez para conseguir tornar as lutas de mentirinha um sucesso no mundo. Eu também gosto de fazer analogias dos mcmahons com a grande família:
    vince-lineu
    linda-nene
    stephanie-bebel
    shane-tuco
    triple h-agostnho

    Prabéns pela edição

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc curtiu tanto já que vc que sugeriu esse tema maravilhoso de bom, a piada do english foi foda HUEHEUHEUEHEUEHEUEHUE. A Tamina foi treinada por dois Anoa'i, acho que ela é considerada de família por consideração ou alguma coisa do gênero já que eles se consideram tipo um clã.

      Acho que o único erro do Vince é não se atualizar que o wrestling mudou e tentar fazer tudo como ele fazia nos anos 80 e começo dos anos 90, mas é inegável que temos muito mais a agradecer pelo papai Vince do que criticar, o cara é o maios gênio do Pro- Wrestling, criou o "Sports Entertainament" e globalizou o esporte pra gente aki do Brasil conhecer e assistir.

      A analogia da grande família é perfeita exceto pelo fato de que o Triple H jamais será tão estiloso quanto o Augustinho.

      Vlw pelo comentário e sugestão parça.

      Excluir
  5. Excelentíssimo top 10 senhor Estone.

    Realmente acho que nunca ouvi falar de um esporte (HA, ouviu? Falei esporte. Chupa minha rola professores de educação física) que tivesse tantos legados de família assim. É legal notar que a maioria delas também começou entre dois wrestlers que se conheceram na estrada, já que esse esporte (HA, falei denovo) deixa os lutadores vivendo praticamente a vida na estrada.

    E esse último fato me assusta também, pois já pensou se algum Cena ou algum Batista engravidasse todas as wrestlers que passaram o rodo? Teriam uma família maior que os Anoai.

    Mas agora eu quero deixar aqui algumas observações que reparei ao longo do tempo:

    10- É verdade que o Ted DiBiase Jr virou cozinheiro depois que saiu da WWE? Se sim deve ser um homão da porra másculo com M maiúsculo porque além de lutar o filho da puta deve cozinhar bem pra caramba. Só olhar pro queixo dele. Queixudos sempre cozinham bem.

    9- As pessoas deviam ficar de pau duro ao ver um estilo high-flying em meio as bestas gigantes de esteróides que era a golden era da WWE. Devia ser muito engraçado um filho da puta desses contra um Andre the Giant da vida... Claro, isso antes dos imbecis acharem que Daniel Bryan vs Brock Lesnar seria legal (as vezes os fãs de lutinha falsa conseguem ser idiotas ao extremo).

    8- Só gostaria de lembrar que fiz essa piadoca da família perfeita no xat a muito tempo atrás, logo estarei processando o senhor por direitos autorais.

    7- Aqui no lugar dos Rhodes gostaria de acrescentar a mulher do Cody Rhodes que também se aventurou pelo mundo de wrestling. (Se já estiver ali, me desculpa, estou bêbado).

    6- Seria muito engraçado, mas MUITO engraçado, se o Texano da Lucha Underground fosse dessa família... Sério, eu estou imaginando e já estou rindo.

    5- Nada a acrescentar aos The Ortons. Além, é claro, da minha tristeza pelo Orton simplesmente cagar pro wrestling nesses dias. Lembrar os dias de Legend Killer é uma facada no coração ao ver o Orton preguiçoso que suga todo o brilho das coisas por onde aparece hoje em dia.

    4- Minha cabeça explodiu ao saber que o FUCKING AIDEN ENGLISH é um Guerrero. Agora tudo que eu quero é que a WWE coloque o Aiden cantando "I lie, I cheat, I steal" versão ópera-depressão-suicida.

    3- Existe algum samoano que não seja Anoai? puta que me pariu, não deve ter muita televisão naquela merda de ilha, ou os caras colocam viagra de cavalo no arroz. Os caras são literalmente os coelhinhos do wrestling. Aliás, quero aproveitar a deixa e agradecer a esses senhores por nos darem o The Rock, o que permitiu o melhor segmento EVER até hoje (você sabe de qual to falando, aquele com o Mankind).

    2- Confesso que a melhor lembrança que tenho dos Hart's era o tempo que faziamos piadocas com o Owens naquelas mágicas quartas club que não voltam mais... Nostalgia, sem dúvidas. Agora só preciso saber se sentir saudades de fazer piadas com um homem morto é considerado nostálgico ou doentio... Acho que um misto dos dois.

    1- Merecidíssimo primeiro lugar para esses senhores. Sem dúvidas, se não fossem por eles era capaz de não ter todas essas famílias ai de cima. Uns gênios em sua época e talvez uma das famílias que fizeram o maior movimento econômico que conheço (NWO também é conhecido). Sério, economistas deviam dar uma aula apenas sobre como o Vince foi esperto e filho da puta ao mesmo tempo quando destronou toda a concorrência. Uma pena esse senhor achar que estamos nos anos 80 e ainda colocar um Michael Cole sendo estuprado ou um morto sendo roubado do próprio velório... Pensando assim, o Vince é doente mesmo.

    EXCELENTE ARTIGO SENHOR ESTONE! ANSIOSAÇO PARA OS DE FIM DE ANO!

    Beijinhos: Furia "Hype-Quente" Redneck

    ResponderExcluir

NWO Nation | Todos direitos reservados © 2012-2018 Desenvolvido por: Ericki Chites